É com dificuldade que um perito avaliador de imóveis escreve sobre avaliação de imóveis, particularmente em um fim-de-semana em que a imprensa escrita só reflete sobre as transferências de Jorge Jesus, do Flamengo para o Benfica, e de Cristina Ferreira, da SIC para a TVI.

Pela parte que nos toca, preferimos substituir o tempo de emissão gasto com o “bombardear” de notícias sobre as duas figuras públicas acima referidas, (re)lendo o livro “O Novo Paradigma do Investimento Imobiliário“, de Amaro Laia e Carlos Moedas, ISBN 978-989-96801-0-4, editado por Sabedoria Alternativa.

A leitura torna-se obrigatória nesta altura porque, à semelhança do que acontecia quando o livro foi editado, estamos também a viver uma crise no imobiliário, apesar de nos quererem fazer crer que os preços estão aí para crescer e que só se nota uma diminuição do número das transações de imóveis.

Nós estamos numa fase de “retardo da maré”, que, embora dificultando a atracagem do navio, ainda se comporta como se a maré estivesse a subir. Quando a maré estiver mesmo a vazar, por exemplo com o fim das moratórias e as mais que certas (infelizmente) dificuldades das empresas e famílias, o imobiliário, fatalmente, vai ressentir-se.

Este livro pode-nos ajudar a perceber as dificuldades que aí vem, dando pistas para as superar. Para melhor explicar o interesse do livro, transcrevemos a sua contracapa:

“O que esteve na origem da actual crise e a sua relação com o mercado de investimento imobiliário são dois dos temas abordados neste livro. Dirigido aos profissionais do sector (investidores, financiadores, avaliadores, técnicos, gestores e outros), mas também aos estudantes, este livro pode responder a algumas das questões que os inquietam:

– Como será o mundo imobiliário onde o crédito às empresas e aos particulares se prevê escasso nos próximos anos?

– Será que estamos prontos para viver com menos dívida?

– Como nos podemos preparar para um mundo em que os activos têm de valer pelo que são e não pela sua capacidade de alavancagem?

– Será que o imobiliário aumenta sempre de valor?

– Será que todos devemos investir em imobiliário? Porquê?

– Haverá ainda lugar em Portugal, nos próximos anos, para a construção de novas habitações?

– Qual o futuro dos mercados de arrendamento e de reabilitação em Portugal?

– Quais as estratégias de investimento mais adequadas?

Estas e outras questões são respondidas ao longo de oito capítulos, escritos numa linguagem que pretende esclarecer o leitor sobre o novo mundo económico e financeiro em que vivemos. Um novo paradigma de investimento que deverá ser compreendido por todos os que se interessam pelo sector imobiliário em geral.”

Boas leituras!