A apresentação em Portugal das EBVS- European Business Valuation Standards decorreu no dia 27 de junho, “online”, numa parceria da ASAVAL e da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas.

A sessão teve a moderação do Eng. Paulo Barros Trindade, Presidente da ASAVAL, e teve um painel constituído pelo Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, Dr. José Rodrigues de Jesus, e pelos Professores do ISEG, Professor João Carvalho das Neves e Professor Telmo Vieira.

As EBVS, que pode descarregar aqui, são um documento muito interessante, pois estabelecem um conjunto de regras e procedimentos que o avaliador de negócios e de empresas devem prosseguir quando estão perante trabalhos de avaliação.

João Fonseca | EBVS- European Business Valuation Standards

Este documento é muito importante também para o perito avaliador de imóveis pois, além enquadrar a avaliação deste tipo de ativos, esclarece de uma forma mais consistente do que nas EVS- European Valuation Standards os conceitos de Discount Cash Flow (DCF) e de taxas de atualização.

A estrutura das normas agora apresentadas é coerente com a estrutura das EVS. No entanto, achamos curioso que a definição de “High and Best Use” (máxima e melhor utilização) está fora do conceito de “Special Assumptions” (Pressupostos Especiais), o que pode parecer dizer que nestas normas e nas futuras EVS, o valor de mercado passará a incorporar o conceito de máxima e melhor utilização.

É, de facto, uma questão importante para a avaliação imobiliária e para a qual gostaríamos de ter um esclarecimento de algum dos membros do painel.

Caso contrário, resta-nos aguardar pacientemente pelas próximas EVS!